Vetores no COs vetores são matrizes unidimensionais. Os vetores são uma estrutura de dados muito utilizada, é importante realçar que vetores, matrizes bidimensionais e matrizes de qualquer dimensão são caracterizados por terem todos os elementos pertencentes ao mesmo tipo de dado.

[clearboth]
[toggle title=”Forma geral para declarar um Vetor”]

Para se declarar um vetor utilizamos a seguinte forma geral:

tipo_da_variável nome_da_variável [tamanho];

[/toggle]
[toggle title=”Como funcionam os Vetores?”]

Quando o C vê uma declaração como esta ele reserva um espaço na memória suficientemente grande para armazenar o número de células especificadas no ‘tamanho’. Por exemplo, se declararmos:

float exemplo [20];

O C irá reservar 4×20=80 bytes. Estes bytes são reservados de maneira contígua. Na linguagem C a numeração começa sempre em zero. Isto significa que, no exemplo acima, os dados serão indexados de 0 a 19. Para aceder a cada um dos dados escrevemos o seguinte:

exemplo[0]
exemplo[1]
…
exemplo[19]

Mas ninguém o impede de escrever:

exemplo[30]
exemplo[103]

Por quê? Porque o C não verifica se o índice que utilizou se encontra dentro dos limites válidos. Este é um cuidado que o programador deve ter. Se o programador não tiver atenção aos limites dos índices ele corre o risco de ter variáveis sobrescritas ou de bloquear o computador.

[/toggle]
[toggle title=”Programa com o uso de Vetores”]

 Abaixo encontra-se um exemplo com a utilização de vectores:

#include 
main ()
{
int num[100]; /* Declara um vetor de inteiros de 100 posicoes */
int count=0;
int totalnums;
do
{
printf ("nEntre com um numero (-999 p/ terminar): ");
scanf ("%d",&num[count]);
count++;
} while (num[count-1]!=-999);
totalnums=count-1;
printf ("nnnt Os números que você digitou foram:nn");
for (count=0;count
{
printf ("n %dn",num[count]);
}
system("pause");
}

Programa 23 no C

No exemplo acima, a variável do tipo inteiro ‘count‘ é inicializada em ‘0’. O programa pede a entrada de números até que o usuário entre com o número ‘-999’. Os números são armazenados no vetor ‘num’. A cada número armazenado, o contador do vetor é incrementado para na próxima iteração escrever na próxima posição do vetor. Quando o usuário digita o número ‘-999’, o programa abandona o primeiro loop e armazena o total de números gravados. Por fim, todos os números são impressos no ecrã. É bom lembrar que não é feita nenhuma restrição à quantidade de números armazenados. Se o usuário digitar mais de 100 números, o programa tentará ler os números normalmente, mas estes serão escritos numa parte não alocada da memória visto que o espaço alocado foi para apenas 100 números inteiros. Com isto podem aparecer os mais variados erros no momento da execução do programa.

[/toggle]
Gostou do Tutorial? Então deixe um comentário abaixo!

Anúncios